Novidades

Fim do boleto sem registro, e agora?

Desde dezembro de 2015 os bancos não podem mais comercializar boletos sem registros, ou seja, chega ao fim os boletos sem registros, mas e agora?

Antes de mais nada, a FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos tem como objetivo trazer transparência para o mercado de pagamentos, assim como oferecer maior segurança e agilidade para todos.

O que é?

O boleto registrado é caracterizada pelos dados do pagador (ou sacado), aquele quem paga e os dados do beneficiário, aquele quem recebe, e essas informações ficam registradas no banco.

Quais as vantagens e desvantagens?

As Vantagens:

  • Os boletos além de passarem a ser mais seguros, evitando fraudes e boletos falsos, eles podem ser facilmente controlados;
  • Para o financeiro traz a segurança de que aquele cliente realmente pagou o boleto, ou seja, uma melhor conciliação bancaria;
  • Entrega de boletos pelo DDA- Debito Direto Autorizado;
  • Boletos podem ser protestados em caso de não forem pagos.

As Desvantagens:

  • O custo bem maior, devido a que a cobrança registrada ser pago uma taxa pelos boletos enviados, e não somente por boleto pago como são os boletos não registrados.

O que passa a ser obrigatório em um boleto registrado?

  • Os boletos passam a ter a obrigatoriedade de ter CPF e CNPJ, e não serão mais aceitos boletos sem data e sem valor.
  • É necessário um contrato com o seu Banco de boletos com registro.

Quando passa a ser obrigatório?

Em 01.01.17 serão proibidos qualquer a emissão de boletos sem registros

E agora o que eu faço?

Primeiro antes de mais nada, não entre em pânico, depois converse com seu gerente para chegarem juntos na menor taxa possível e depois utilize do Storeware, para gerar os boletos de forma mas rápida, com o sistema ainda é possível controlar os boletos recebidos e os devedores, tornando sua inadimplência quase zero.

Be the First to comment.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *